Lesão no joelho em Ligamento Cruzado

Joelho

Lesão de Ligamento Cruzado no joelho

 

 

Essa lesão é muito comum em jogadores de futebol e é causada por uma tensão muito forte em algum dos ligamentos do joelho.

Temos dois ligamentos cruzados em nosso joelho, o ligamento anterior e o ligamento posterior.

O Ligamento cruzado anterior é responsável pela estabilidade e por impedir nossa perna de se deslocar para frente.

O Ligamento cruzado Posterior, também é responsável pela estabilidade e por impedir o deslocamento da perna para trás.
O movimento mais comum em que se rompe um Ligamento Cruzado, é quando se fixa o pé no chão e faz uma rotação do joelho, e colocamos uma carga no ligamento e o “torcemos”, causando sua ruptura o que é chamado de lesão de ligamento cruzado do joelho.

 

Ligamentos do joelho

Ligamentos do joelho

 

Quando temos uma ruptura de algum desses ligamentos do joelho, ficamos com o joelho bem instável, com a sensação de insegurança ao caminhar, principalmente em descer ou subir escadas, no primeiro instante após a ruptura ocorre um inchaço (edema local) , dor e podendo ocorrer um vermelhidão local também em função dos pequenos vasos circulatórios que temos na região.

 

O que se indica nesse caso é colocar gelo no local imediatamente, para diminuir o edema, imobilizar o joelho, e procurar um médico ortopedista, pois no rompimento de Ligamento o tratamento geralmente será feito com cirurgia e fisioterapia.
Após a cirurgia e encaminhamento do médico ortopedista, o tratamento fisioterapêutico será realizado para retomar o movimento normal do joelho (amplitude de movimento) , anti-inflamatórios com ultra-som e analgesia com TENS, com alguns dias e o ganho de movimento estando normal, trabalha-se com fortalecimento da musculatura da perna e da coxa, e todas as musculaturas que envolvem o joelho, descarga de peso na perna lesionada, treino de equilíbrio em que se proporciona uma certa instabilidade na perna para trabalhar com todos os ligamentos inclusive o que foi lesionado, ao final o paciente já estará treinando em bicicleta e esteira, podendo voltar as suas atividades normais em média dois meses após a cirurgia, sempre seguindo a orientação do médico ortopedista e do fisioterapeuta.
Para prevenir esse tipo de lesão devemos evitar SEMPRE o movimento de torção do joelho com o pé travado ao chão, e sempre fazer exercícios de fortalecimento da musculatura da coxa e da perna, junto com trabalho de instabilidade como por exemplo: andar em terreno irregular ou exercícios de Pilates.

Exercício de Pilates equilíbrio e instabilidade

Exercício de Pilates para equilíbrio e instabilidade

 

Autora: Dra. Simone Schuler R. da Silva

Empreendedora e Fisioterapeuta com especialização em Pilates e Exercícios Funcionais proprietária do Studio Pilates Curitiba e possui curso de formação em Pilates Avançado em Patologias de Coluna e Pilates com Aparelhos.

www.pilatescuritiba.com.br

Gostou do artigo? Curta nossa página no Facebook (clique aqui) e compartilhe o conteúdo com seus amigos nas redes sociais, obrigado!

[custom-facebook-feed]